domingo, 15 de novembro de 2009

Mãos ao volante



Ninguém se arriscaria a dirigir em uma estrada sem ter as mãos no volante. Ainda assim, com freqüência andamos pela estrada da vida com as mãos fora do volante.


A mente é o volante da vida. A vida segue obediente para onde a mente a direciona. Quando falhamos em controlar nossa mente, a vida se descontrola.


Em vez de mantermos as mãos firmes no volante e dirigirmos nossos pensamentos a um propósito específico, deixamos que nossa mente gire em todas as direções.


Os resultados são freqüentemente desastrosos. Nossas vidas vão no contra-fluxo e batemos de frente.


Muitas vezes somos jogados para fora da estrada e caímos em terreno esburacado, que nos sacode e chacoalha até nos quebrar.


Na vida, como na direção, o progresso mais suave e seguro se consegue mantendo-se firmemente no controle.


Para isso, devemos saber aonde queremos ir, planejar a rota e, acima de tudo, ter disciplina para manter as mãos firmes no volante.


Autor Anônimo


(fonte: DiabeteNet.com.br)


2 comentários:

Daniel Savio disse...

E engraçado que nem prcisa tirar as duas mãos fora do volante...

Fique com Deus, menina Vivian Sbrussi.
Um abraço.

Josy Nunes disse...

Oi,
Bom Dia!!
Vivian,
Lindo texto uma belissíma mensagem, amei! E, É verdade temos realmente que manter as mãos bem firmes no volante focar nossas metas e objetivos com consciência, paciência, tolerância e atenção, muita atenção nas pessoas que estão ou não ao nosso lado para não corrermos o risco de "atropelar ninguém"
Bom Inicio de Semana
Bjos no coração e fica com Deus