quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

A Curva da Eficiência

por Redação Liderança

Quanto mais você consegue se disciplinar para trabalhar numa única tarefa, mais avança na curva da eficiência. É o que afirma Brian Tracy, um dos autores mais lidos e ouvidos na área motivacional. Isso resulta em um trabalho de uma qualidade mais alta e realizado em um tempo cada vez menor. Da mesma forma, quando você se desvia, acaba quebrando o ciclo e retrocede na curva até o ponto em que cada fase da tarefa se mostra mais difícil e consome mais tempo.

Elbert Hubbard definiu a autodisciplina como “a habilidade de convencer a si mesmo a fazer o que tem de ser feito, quando você deve fazê-lo, querendo ou não”. Aliás, numa análise mais profunda, o sucesso em qualquer área requer esforços de disciplina. Autodisciplina, autogerenciamento e autocontrole formam a base do caráter e da alta-performance.

Na verdade, dar início a uma tarefa de alta prioridade e persistir nela até que esteja 100% completa é um verdadeiro teste para o seu caráter, seu poder de realização e sua determinação. Persistência é a autodisciplina em ação. A boa notícia é que quanto mais você se utiliza da disciplina, mais você passa a gostar e respeitar a si mesmo, gerando um ciclo virtuoso.

E mais: ensinando sua equipe a manter o foco nas tarefas mais valiosas e a concentrar-se em um objetivo até que ele seja atingido de forma plena, você se tornará um líder mais forte, competente e inspirador. Como resultado, todos se sentirão mais produtivos e capazes.

(fonte: http://www.lideraonline.com.br/php/materia.php?id=47522)
(figura fonte: http://www.casaconhecimento.com.br/blog/2007/12/111/)

Um comentário:

Conhecimento que Liberta disse...

Oi, amiga querida, tudo bem?
Legal essa postagem, não dá pra abraçar o mundo inteiro né, é preciso saber estabelecer prioridades e não se preocupar em agradar a todos. Senão, nada fica bem feito né.
Bjs.