sexta-feira, 27 de março de 2009

O Chefe do Empreendedor

por Luiz de Paiva



Já ouvi mais de uma vez a seguinte bobagem: “A vantagem de ter o próprio negócio é que você não tem mais chefe e faz tudo como quiser.”

Porque bobagem? Quem diz isso não deve ter percebido que a situação de “chefia” do empreendedor é muito pior do que a de um funcionário de uma empresa: cada cliente passa a ser seu chefe!

Vamos ver isto mais de perto: em uma empresa funcional, cada funcionário tem seu chefe direto. Em uma empresa projetizada, ele sempre estará sob “comando” de um gerente de projeto, e mesmo em uma empresa matricial, na qual pode haver um conflito entre o chefe do setor e o gerente de projeto, ele terá a quem responder. Nesta situação, a orientação do trabalho e decisões finais cabem ao chefe. Mesmo que este funcionário lide com diversos clientes, ainda é seu chefe quem guiará as atividades.

Para o empreendedor, a coisa muda de figura. Não tendo chefe direto a quem se reportar, cria-se a sensação de liberdade e independência. No entanto, não é bem assim. Quem tem seu próprio negócio acaba tendo que tratar cada cliente como se fosse seu chefe, e não pode se dar ao luxo de ignorar a um para atender ao outro. Isto cria uma enorme dificuldade de gerenciamento de tempo e recursos, já que “chefe” não atendido é “chefe” perdido.

É claro que o empreendedor possui mais liberdade na organização de seu tempo. Liberdade não significa trabalhar menos, e sim trabalhar nos horários/locais que mais se adaptam a seu estilo de vida. Ainda assim, até esta liberdade é limitada… e se um dos melhores clientes liga no final de semana pedindo uma ajuda urgente?

Por isso, os candidatos a empreendedores devem avaliar bem os conceitos que estão gravados em suas mentes antes de tomar os primeiros passos. Empreender exige dedicação e um trabalho muito árduo, normalmente além do que os funcionários de empresas estão acostumados. Quem não compreende isso e acredita que no próprio negócio sua vida será mais fácil terá muitas dificuldades em se adaptar à nova realidade.

E ao mesmo tempo, que isto não sirva para desestimular quem deseja empreender. A recompensa também poderá ser muito maior!


Luiz de Paiva
Engenheiro, Consultor e Gerente de Projetos.

(fonte: http://ogerente.com/empreendaja/2009/02/11/o-chefe-do-empreendedor/)

Nenhum comentário: