sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Tecnologia para rastreabilidade de medicamentos está definida



O código de barras bidimensional, também chamado Datamatrix, será a tecnologia usada para garantir a rastreabilidade dos medicamentos comercializados no Brasil. A definição consta da RDC 59, publicada nesta quarta-feira (25), que implanta o Sistema Nacional de Controle de Medicamentos.

A tecnologia será a principal ferramenta para garantir a rastreabilidade desses produtos, ou seja, vai permitir recuperar informações históricas e geográficas sobre o caminho percorrido pelos medicamentos desde sua produção até a entrega ao consumidor.

Ao contrário do código de barras comum, que é visível e contém apenas um número, o bidimensional pode armazenar milhares de informações ao mesmo tempo, como números, letras e outros dados. Todas as informações vão estar reunidas no Identificador Único de Medicamento (IUM), que estará em cada unidade de medicamento comercializada e será impresso em etiquetas de segurança produzidas especificamente para esse fim.

Além de permitir uma gestão mais eficaz dos riscos na cadeia dos produtos farmacêuticos e dar ao consumidor a garantia de segurança, o código vai permitir identificar fontes de desvios de qualidade e reduzir os custos logísticos dos fabricantes.




3 comentários:

Rodrigo disse...

Oi Vi muito bom está post quanto mais informações tivermos melhor é
Um grande abraço e ótimo fim de semana

Daniel Savio disse...

Espero que isto funcione...

Fique com Deus, menina Vivian.
Um abraço.

Daniel Savio disse...

Espero que isto funcione...

Fique com Deus, menina Vivian.
Um abraço.